Economista, Terapeuta Comportamental, Instrutor MASTER MIND, especialista em Marketing, Escritor e Conferencista

Eu acho é pouco!

Eu estava em Brasília, na segunda feira após a invasão do morro do alemão no Rio de Janeiro. Enquanto saíamos do aeroporto em direção ao avião, fomos de ônibus e acabei ouvindo a conversa de três pessoas, onde um dizia que foi uma pena que mataram tão poucos bandidos. Caramba! Onde anda nossa tolerância com a bandidagem!
Princípio
Eu sou contra pena de morte por princípio e princípio é algo dificílimo de debater. A pessoa manifesta um posicionamento e diz: Isso é um princípio meu! Quem ousa questionar a raiz? No máximo se reclama do fruto! É o meu caso, não adianta me apresentar mil argumentos sobre a validade da pena de morte que eu concordo com todos e no final eu digo: Mas por princípio sou contra a pena de morte. Sou contra a pena de morte, mas estou altamente insatisfeito com essa tolerância exacerbada. Afinal, excesso de tolerância vira vício de caráter. É conivência.
A pergunta que não quer calar
Dia desses encontrei um amigo em Balneário Camboriú e ele me disse que é leitor assíduo de minhas colunas. Disse-me também que vai lendo já com a expectativa de aparecer à pergunta clássica: Porque estou dizendo isso agora? Essa pergunta me auxilia a sustentar a tese inicial e me auxilia também na construção da ponte para emitir uma opinião sobre o assunto que sempre começo a alinhavar sobre um tema do dia a dia.
Pena de morte
O meu princípio é um princípio quase universal para nós brasileiros. A grande maioria é contra a pena de morte. Então como se explica essa declaração dos rapazes em Brasília? É que estamos todos cansados de impunidade, de ver marginais tirando uma de executivo do crime. Dando ordens e querendo fidelidade dos soldados usando leis cruéis e sumárias. Hoje colocamos grades em nossas janelas e portas, transformamos nossas casas como se fossem jaulas gigantes, enquanto os bandidos andam livremente pelas ruas ou administrando o crime de dentro das prisões como se estivessem em salas de um hotel. Afinal qual o futuro de uma nação que não consegue manter presos os bandidos dentro das cadeias? Eu sempre que posso, falo com os Deputados que tenho relacionamento para colocarem leis mais rígidas, sempre mando E-mails para o congresso e eles sabem de minha insatisfação sobre assuntos como esse.
Segurança

Quando falamos de Segurança, falamos de presente, quando falamos de Educação, falamos de futuro, quando falamos de Saúde , falamos de bem estar. Hoje queremos muito um presente melhor e queremos a liberdade de andar na rua sem sermos assaltados.
E você
Como vem manifestando a sua insatisfação com os políticos que você votou?

35 comentários para “Eu acho é pouco!”

  1. Dan disse:

craig disse:

travis disse:

Stanley disse:

jimmie disse:

steven disse:

Dustin disse:

jerry disse:

otis disse:

brent disse:

Harvey disse:

Ramon disse:

arthur disse:

zachary disse:

Chris disse:

clyde disse:

Ronald disse:

andy disse:

Homer disse:

donald disse:

warren disse:

terry disse:

Warren disse:

Chris disse:

leo disse:

tyler disse:

terrance disse:

randy disse:

Gregory disse:

Marshall disse:

Hubert disse:

Richard disse:

leslie disse:

Desenvolvimento de sites | desenvolvimento de sites | www.signativa.com.br