Economista, Terapeuta Comportamental, Instrutor MASTER MIND, especialista em Marketing, Escritor e Conferencista

Como se não fosse tão longe !

… Brasília de Belém do Pará . Longe é um lugar que não existe, dizia Richard Back, autor de Fernão Capelo Gaivota. Por outro lado, quem vai de São Paulo à Belém do Pará, de dia , ao sobrevoar a imensidão da floresta Amazônica , tem se a noção do que é esse pulmão do mundo e a imensidão do espaço . A distância é longa demais! A floresta amazônica tem um território maior que a o país inteiro da Índia . É isso mesmo que você leu, não é engano não. Lembrando que a Amazônia legal é composta por seis Estados brasileiros. Esse país é muito grande ! E muito rico ! Tem se a impressão que se está caminhando sobre um imenso canteiro de brócolis e de repente !!! Uma cidade !
A capital do Pará
Belém é uma cidade interessantíssima . Fui fazer um seminário de liderança na SUDAM, Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia. A orla do Rio Pará, a bahia do Guajará , que é onde tudo começou . Parece que se está andando em Portugal. Eles conseguiram manter vivo o centro antigo. O mercado Veropeso, que é uma verdadeira pérola da cultura popular. A estação das docas , que é a recuperação da antiga estação de desembarque dos barcos, que ficou um centro turístico de nível mundial, com espaços abertos e palcos deslizantes, por onde antigamente passava o guindaste . O teatro municipal , projetado pelo mesmo arquiteto que desenhou o teatro de Manaus, é uma obra belíssima .

Nada mais amazônico

Fomos almoçar no mangal das garças, um mangue onde as garças se reúnem no fim da tarde, um raro espetáculo da natureza. Foi construído um parque e um restaurante muito bonito . Como demoramos um pouco mais que o normal na saída já pegamos a chuva da tarde . Nada mais Paraense, ou amazônico como dizem eles, que a chuva da tarde ! Lá os compromissos são assumidos antes da chuva e depois da chuva. Tem um programa de TV de alta audiência com o nome : Depois da chuva .

A cultura Paraense
É riquíssima e encantadora , a cozinha tem sabores exóticos . A música tem vários ritmos, como a carimbó , o brega, o calipso, o tecno-brega. E pasmem, é a capital do Heavy Meta (Rock pesado) l no Brasil. Esse país é um fenômeno em pluralismo.

Mosqueiro

É uma ilha a 50 Km da capital , é um distrito de Belém. Dentro dela tem várias praias de rio. O mais impressionante é que tem se a impressão que é uma praia de mar dado ao fato que você não consegue ver o outro lado do rio. Esse país é um colosso !

Meu vizinho Mauro
De Belém voei direto à Balneário Camboriú , no feriado de Tiradentes. Ao encontrar o Mauro meu vizinho da frente, na rua Venezuela, comentava com ele a viagem e o comentário dele foi : “Antes de conhecer o mundo, conhecer o Brasil é minha prioridade”. Concordo com ele, o Brasil é de uma riqueza turística sem precedente. Talvez nos falte à habilidade de vende – lo como deveria ser vendido ao mundo .
E você ?
Como você vem vendendo a sua competência ? Não basta ser competente, tem que parecer competente .

Caudas Longas

O Iran Melo foi o líder de uma banda catarinense no início dos anos 80 até 85, chamada Decalco mania. Alcançaram relativo sucesso no estado, junto com alguns músicos, entre eles Letiéri, que é arranjador da Ivete Sangalo hoje, lançaram também um projeto musical chamado crime perfeito. Ocuparam espaço na mídia. Era a chamada década do Rock brasileiro. Ele dizia em uma de suas canções que queria ser congelado até o ano 2000.
Hoje
Ele hoje é ator e diretor de teatro no Rio. Tem uma companhia de teatro chamado time de teatro. Forma novos atores. Contracenou com a Tânia Kalil na novela caminho das índias da Globo. Encontrei ele no fim de semana que passou em Ribeirão Preto. Fiquei com a sensação que ele foi congelado! 50 anos, 21 anos de Rio de Janeiro. É! Uma visão otimista da vida costuma dar jovialidade a pessoa. Vive de arte. Faz o que gosta e tem objetivos bem definidos para sua vida. Foi para o Rio porque acreditava que para viver de arte era necessário ir para a côrte . Influenciado pela canção dos “Paralamas” Vital e sua moto, que dizia que o negócio era ir morar na capital !

Adelmário Coelho

É pai de um amigo meu de Luiz Eduardo Magalhães na Bahia, vendeu 500 mil cópias de um CD, em homenagem ao Trio Nordestino e já ultrapassou a casa do milhão de seus CDs e não é conhecido no eixo Rio – SP. Nunca saiu do Nordeste. Tem estrutura de Big Star. Hoje já não é mais necessário sair de seu estado para poder viver de sua arte.
Porque estou dizendo isso?

Porque estamos em uma outra época do marketing e do mercado. No século XX era a época dos “Hits”, uma canção fazia sucesso e o país inteiro cantava, quando não o mundo, quando era americana. Hoje tem canções que vendem milhares de cópias e não são conhecidas do grande público. Ritmos também. Por exemplo, dia desses pedi em uma dinâmica de grupo sobre criatividade em Manaus, para interpretarem um texto no ritmo de Funk e dos seis componentes do grupo, nenhum nunca tinha ouvido falar nesse ritmo. Coincidentemente era um grupo de evangélicos. Tati Quebra barraco – uma cantora carioca – vende milhares de discos com esse rítmo. Os evangélicos são 30 % da população brasileira. Um consumidor que não gasta com jogo, bebidas e outros vícios, mas tem seu mercado de consumo.

São as caudas do mercado.
Esses exemplos que dei foram do “Show business” – ramo de espetáculos – mas e seu ramo? Outro dia encontrei um rapaz no avião que se dedicava a comprar no exterior vídeos games antigo para vender para colecionadores. Eu surpreso, perguntei: e se vive disso? Ele sorrindo me respondeu: E bem! Conheci um taxista que só se dedicava a fazer corridas específicas para executivos. Perguntei e não é muito limitado? Disse-me: É muito maior do que o senhor imagina.

E você

Qual a cauda que você navega no teu ramo?

CambuRock – Nossos anos loucos!

Em janeiro de 1977, eu tinha 12 anos, em um fim de semana, quando chegamos no alto do morro do boi, paramos o carro, um maverick 76, carro dos playboys ricos da época. O Jairo meu irmão, sempre foi bem relacionado. Ele e seu amigo Joaçaba, me colocaram no porta mala do carro. Objetivo? Entrar sem pagar em um festival de Rock que estava acontecendo na praia de Mato Camboriú, patrocinado pelo Emery. Contei isso ao Emery anos mais tarde, quando ele assumiu a gerência do Hotel Villa Paradiso do Duca em Rodeio. Ele com sua natural classe me respondeu: o importante é que você fez história em sua vida. Como diz o Bola Teixeira: Gente boa o Emery !

Cambu Rock
O Emery é daquelas pessoas visionárias, sonhadoras e audaciosas. E claro, às vezes mal compreendidas. Um belo dia resolveu que iria fazer um festival de Rock. Hoje 32 anos depois quando me lembro daquele fim de semana tenho a impressão que vivi um filme muito louco. Das barracas saiam fumaças esquisitas, pessoas caricatas que pareciam fantasiadas como personagens de Hair. No palco era um desfile de estrelas sem fim.
Bandas de Rock nacional
Na época se tentava consolidar o que era chamado de Rock Nacional, Bandas como Joelho de Porco, Mutantes, A Chave de Curitiba, Tuti Fruit, Rita Lee, Eduardo Araújo: que cantava meu carro é vermelho e não usa espelho pra me pentear…… Hoje é cantor de Country Rock. Começaram a vaiar ele porque ficou muito tempo sem som por problemas técnicos. Ele deu um pito na platéia e disse: se vocês estão insatisfeitos e não são capazes de compreenderem um problema como este, vocês não merecem estarem aqui, eu devolvo o dinheiro a vocês do meu bolso…….. Costumo lembrar daquilo em situações como aquela e acabo sendo mais compreensivo quando estou insatisfeito.
O ano em que fomos felizes

O Rodrigo e o Sile sempre diziam que aquelas é que eram épocas boas. Depois veio discoteca e eles diziam a treva chegou. Mas eles são saudosistas. E eu também… risos……

O que queríamos?
Era uma geração em busca de uma compreensão maior da vida. Era uma geração questionadora. Às vezes penso escrever um livro sobre aquela geração, seus sonhos e suas loucuras, pra registrar os anos 70 e 80 na praia de Camboriú. E que eu peguei o final dos 70 e vivi os anos 80 intensamente. Sei lá exatamente o que quer dizer isso, viver intensamente !!!! O que queríamos com aquelas incursões nos festivais era encontrar as verdades profundas, que desconfiávamos que os poetas do Rock poderiam nos dizer em forma de canções. Desconfiávamos! !!!!

Outra realidade
Tenho notado nos mais jovens uma realidade inquestionável: São muito mais inteligentes. Dão a impressão que aprendem mais rapidamente do que os pais, quando tinham a idade deles. Mas no contato com eles também observo algumas insuficiências. A primeira é que refletem menos do que os jovens do passado. E olha que refletir nem é pensar. Refletir é reflexo. Pensar é emitir idéias de sua cabeça, refletir é pensar com a cabeça dos outros. Ou seja, ouve se uma idéia e pode absorver ou não a informação. Isso é refletir. Pensar é criar algo novo a partir de seus valores, princípios e de sua criatividade. A sabedoria vem do pensar e refletir estimulando o observador interno. Sem reflexão a vida fica sem profundidade .
E você?
Como vens estimulando seu aprendizado erudito, empresarial e filosófico para se tornar mais preparado para a vida?

O mundo de DEUS com a marca do mundo dos homens

Bons negócios é a união da arte com dinheiro já dizia Andy Warhol, o artista “esquisito” da década de 60 . Esquisito mas rico e famoso respondia ele! O campeonato Paulista de futebol, o Paulistão como é chamado pela imprensa começou em Ribeirão Preto no dia 20 de janeiro. Era dia de semana e começou à tarde. A Prefeita de Ribeirão Preto Darcy Véra, decretou feriado facultativo. Sabe das coisas . Negócio é o território das coisas que tem preço, enquanto política é o território dos valores que não tem preço. Dizem até que religião virou negócio . Isso significa dizer que contaminou o mundo de DEUS com a marca dos homens.

A ponte entre os dois mundos

É a fé a ponte que liga DEUS e os homens. Muitas vezes acaba contaminada como dom de DEUS , pelos pecados dos homens, entre eles a luxuria e os outros pecados capitais.
Futebol
Mas voltamos ao futebol e a política que é um território mais humano. Minha amiga Prefeita falou que Ronaldinho Bola – digo fenômeno – iria estrear em Ribeirão Preto. Estourou na imprensa . Mano Menezes lá na Capital já retrucou : Faltou combinar comigo ! Prato cheio. Paixão virando Business ! O futebol é onde nós adultos viramos crianças. Tiramos “sarro” dos amigos, xingamos , voltamos a ser crianças. Vi um amigo falar pro filho de 6 anos gozar da cara de um amigo e o filho respondeu : Pai e se um dia o time dele ganhar do nosso? Aí é vez de ele encher a nossa paciência respondeu o pai. Tiramos nossas frustrações no futebol. É muito bom !!!
Esporte e negócio
A expressão “fazer por esporte” implicava dizer não haver dinheiro envolvido na jogada. Mas os esportes também viraram um negócio . O profissionalismo no futebol começou após a copa de 34 na Itália . Os times passam de amadores para terem o formato de empresa , passam a encarar os torcedores como consumidores – E se não fizerem isso não sobrevivem – ou fiéis ????? Em algumas religiões !!!!!

Interior de São Paulo

Eu passei a viver mais o futebol e a música caipira com a minha vinda para o interior de São Paulo. A 22º economia do planeta. Aqui se vive esses dois ambientes intensamente. É paixão transformada em negócios. Aqui lota estádio de jogo de 3º divisão.

E você ?
Hoje já temos uma expressão muito usada nos corredores das empresas “Share Passion” . Compartilhar entusiasmo – paixão – por algo . Como você vem transformando suas paixões em negócios ?

A nova guerra fria

Esteve em Ribeirão Preto para um café filosófico nesta semana o José Arbex, editor da revista Caros Amigos. A revista da geração “cabeça” dos tempos atuais. Dizia ele, “as minorias sempre me foram simpáticas, porque as minorias sempre têm razão”. Diz ele que a maioria comporta se como manada . E que os meios de comunicação transformaram o povo em massa de manobra. Foi um belo bate papo. Arbex é socialista de carteirinha , se é que existe isso ainda ! Ele é desses cavaleiros solitários que andam pelo país falando da ética, da justiça e do belo.
O segredo
Dentre tantas coisas, disse: Está provado que não há segredo que o tempo não revele. E Ele vai revelar que, por trás desta campanha contra o Senador Sarney – Que não é um político modelo a ser seguido – está um conjunto de interesses que convergem para a sucessão Presidencial de 2010. A quem interessa? ……. Saberemos!
Teorias
O pano de fundo do século 20 foi o teste das teorias políticas como o comunismo, o nazismo e o capitalismo. Quando terminou a segunda guerra, em 1946, iniciou se a guerra fria tão logo encerrou o conflito bélico. O capitalismo venceu a guerra fria. O útil passou a dominar tendo por trás a tecnologia. Restaram então o capitalismo de mercado e o capitalismo de Estado. O Brasil tem uma forma meio dúbia de capitalismo de mercado. A forma mais avançada é o EUA e o Japão. No Brasil estamos com crise de identidade. Não sabemos se somos capitalismo de mercado ou de Estado.

Tempos modernos

Iniciou se a guerra fria das ideologias modernas no mesmo tempo que ruiu o muro de Berlim em 1989. Quem vencerá? A Europa, com a social democracia, ou os países com capitalismo de mercado, Estados Unidos da América e Japão? A disputa atinge seu auge na atual crise econômica. O capitalismo norte americano é contrário ao intervencionismo estatal, mas deu uma “beliscada” no assunto com a compra da GM. Enquanto a social democracia européia quer o controle estatal com mais presença no mercado. EUA e Japão querem mais mercado que governo. Este é o dilema que o mundo está enfrentando.

E você

Como vem analisando esta situação? Como isso pode auxiliar você na sua carreira ou na sua empresa, neste novo momento econômico do mundo?

A luta continua!

Escrevi algumas semanas atrás nesta coluna sobre lutas de classes e a nova guerra fria e recebi alguns E-mails bem interessantes sobre o tema. Marx dizia que as idéias dominantes eram das classes dominantes. Simplificando, quem conta a história é quem ganha. Quem perde resta a voz no deserto.

1982
Em 1982 quando o PMDB perdeu a eleição em Balneário Camboriú, dias depois encontrei o Sérgio Girardi, que havia sido eleito Vereador pelo PMDB, com um plástico no carro e a frase: A luta continua! Gostei que cheguei a pedir um exemplar para ele. Ainda bem que ele não me deu! Era a luta contra a classe dominante. Na época eram os militares. E eles eram muito estressantes, construíram a Itaipu, a ponte Rio – Niterói, o Pró Álcool, tiraram o Brasil de 45 para a 8 posição da economia mundial, não toleravam o banditismo social e ainda nos transformaram no segundo maior construtor de navios do mundo. Eram desgastantes aquele povo!!!!! Tínhamos que lutar contra mesmo. E agora????

Classe dominante

Quem é a classe dominante agora ? O Alto funcionalismo público. Esta classe espalha que os investidores são especuladores e se beneficiam dos investimentos dos aplicadores. Se não vejamos: Segundo o Jornal Valor Econômico: Economia com juros vai para o funcionalismo. Diz o texto, quase toda a economia que o governo fez de 40 bilhões foram para pagar os 40 bilhões que subiu com as despesas de pessoal. Em outras palavras, tudo que você recebeu a menos nas suas aplicações e o que o poupador na caderneta de poupança vai pagar de imposto de renda a elite do funcionalismo público federal vai receber a mais. É um cruel processo de transferência de rendimento. …o que o hipopótamo defeca é o banquete do peixe!
Falar e pensar
Quanto menos as pessoas pensam mais elas falam. O capitalismo é um desses temas que todos discutem e falam se coisas sem pensar. Antes o capitalismo e o socialismo centralizavam os debates. Capitalismo é um processo. Sua sustentação básica é a propriedade privada. Te confesso que cada vez que vejo o MST abusar do direito dos outros e ainda ganhar dinheiro com isso, via ONGs e outras vias, me sinto desrespeitado em meus direitos e esforços e fico com aquela cara de bobo.
A luta continua sim, mas a luta de classes não se dará , como se vê , de agora em diante, entre empresa e trabalhador, entre empregado e patrão. Mas no âmbito do orçamento público e das políticas públicas.

E você?

Com vem encarando esse novo momento da economia mundial?

Vícios e virtudes da liderança

Marcelo Simões, marqueteiro político de Darcy Véra e Geraldo Alckmim, noite dessas em um jantar em minha casa em Ribeirão Preto, falávamos de líderes políticos , disse-me um frase que me chamou a atenção : “Desconfie de um líder que tenha só virtudes, no mínimo ele é um chato. Da mesma forma, desconfie de quem só tenha vícios , no mínimo ele é um inconveniente” ! Ou seja, líderes são pessoas normais que se forjaram diante de situações decisivas. Nós é que desenvolvemos o hábito de só olhar os defeitos.
Como amanhã são as eleições municipais em todo o Brasil , nada como falar de liderança , pois a liderança política tem muita visibilidade. Já não se fazem mais líderes como antigamente, é o que dizem os saudosistas. Por outro lado, comenta – se, que saudosismo é decadência! Cabe a pergunta: Será que não se fazem mesmo ou os líderes do passado eram mais idealistas, mais carismáticos ?
Quando falamos de líderes , estamos nos referindo a líderes em geral. Líderes de estudantes , de trabalhadores, de profissionais liberais , de empregadas domésticas, de militares, de religiosos, de todos os segmentos.
E claro , de líderes menos setoriais e mais locais, fora, certamente aqueles líderes nacionais que vocalizam os anseios e as aspirações do país.
Os jovens da atualidade interessam se menos pelas atividades políticas porque estão decepcionados com elas ou porque os políticos não se fizeram notar ? Ou não avaliam a importância da política na administração e encaminhamento dos problemas das cidades e do país ?
Na verdade as coisas começaram quando a atividade política passou a ser , na melhor das hipóteses, subordinadas aos interesses econômicos e, na pior das hipóteses, uma variável do crime como é o caso do Rio de janeiro.
Evidente que a decepção que tomou conta da população em geral atingiu mais a juventude. Assim ela se afastou , deixando um vazio no presente e uma interrogação no futuro : Quem vai cuidar dos assuntos de estado, território da política, quando os atuais transitarem em julgado ? Ou findar o período de competência, para usar um termo da contabilidade ?
Política quer dizer : A reunião de todas as ciências. Um líder político, em tese deve conhecer de todas as ciências. E que tenham uma atuação notada e notável .
Os líderes são os que devem indicar o caminho e a liderança é a indicação do melhor caminho. Rogamos que, do ventre dessas urnas, saiam líderes íntegros capazes de conduzirem as nossa URBES por caminhos adequados.
E você

Como você lida com as situações em sua vida ?
Como é sua decisão ou reação diante dos desafios ?
Quais os resultados que vens obtendo em sua liderança

“Chique nu úrtimo”

Quer programa mais cosmopolita que sair do trabalho e ir a ópera ? Como se diz lá em Barretos, chique nu úrtimo ! Saí na quarta feira de um seminário de liderança que estava ministrando em Manaus e fui ao teatro amazonas assistir a um espetáculo super cobiçado no mundo dos amantes do gênero : Ça ira ! de Roger Water. O homem que se tornou conhecido como guitarrista do Pink Floyd, grupo de Rock Progressivo dos anos 70. “Ça irá” ! Uma emblemática ópera sobre a revolução francesa, que pode ser traduzido como : Isso vai acontecer ! ou mais popularmente, Agora vai ! Roger Water fez uma declaração interessante sobre o teatro amazonas, “todos que gostam de ópera no mundo sonham conhecer o teatro do Amazonas”. Esse é o XII festival Amazonas de ópera e coloca o Amazonas no jornal nacional e na mídia internacional pela sua grandiosidade e contextualização . Roger Water, que é inglês, agradeceu em português, a oportunidade de apresentar seu trabalho em um templo da cultura como o teatro do Amazonas. Isso é:
Industria da economia criativa
Essa habilidade de transformar arte em dinheiro é uma habilidade que os nordestinos e os Amazonenses possuem e encaram isso com muita responsabilidade. Claro que precisa ser arte de qualidade. Pois o mercado não faz graça pra ninguém, o mercado faz o que lhe convém.
Tu gostaste , mana ?
Ao sair do teatro, ouvi um diálogo entre dois pré – adolescentes, que acompanhavam os pais, o menino perguntou pra menina : Tu gostaste , mana? Adorei foi a resposta da menina.

Eu reconheci o sotaque e confesso que me emocionei, algo como encontrar alguém que fale o mesmo idioma em país estrangeiro .
Boi Garantido
No sábado à noite fomos ver o lançamento do CD do Boi Garantido, no outro fim de semana havia sido o lançamento o CD do Boi caprichoso. Um empresário do ramo de navegação que estava fazendo o curso conosco, comentou que eles decidiram investir nessa modalidade e transformar o Boi no ritmo do Amazonas e deu certo porque foi insistido. Hoje o Boi é para o Amazonas como o Samba é para o Rio, Axé para a Bahia, o Maracatu pra o Pernambuco. Hoje o Boi está inserido no contexto cultural local. É bom lembrar que o boi bumbá não é um fenômeno do Amazonas. Nós em Santa Catarina também temos o boi Bumbá .
Pontos fortes
Quais são seus pontos fortes ? Você sabe quais são ? A economia criativa parte dessa premissa, o que é bom pode ser divertido e rentável ? Seus pontos fortes podem ser transformados em vantagem competitiva? Se sim, como você pode fazer isso ?
Lembre –se que , não basta ter talento, precisa transformar talento em resultados. Pense nisso !

Choque de Gestão

Conta se que Alexandre o grande, certa noite estava andando ao redor do campo de batalha para espairecer e encontrou uma sentinela dormindo em pé encostado em uma árvore. Acordou – o e perguntou : Qual o seu nome sentinela ? Alexandre senhor, respondeu ele. Ao que Alexandre o grande respondeu : Pois mude seu nome ou mude sua atitude !
Novos administradores públicos
Estou na cidade de Barreiras, Oeste da Bahia. Cidade pólo da região, com 39 municípios . É uma experiência ver como o Brasil se modifica a cada região. Os Brasis dentro do Brasil. A impressão que se tem ao chegar na prefeitura que está se chegando em um ambiente de assistência social . A Prefeita atuando como uma pastora apaziguadora de sonhos e expectativas.
Como não consegue atender a todos , o ambiente em menos de uma semana começou a ser gerador de crises e secretários agindo como se fossem prefeitos, ou quando mais modestos, como vice prefeitos .
É o modelo antigo de gerir e tratar a coisa pública. Se não mudarem a atitude já sabemos onde se chegará .
Administração contemporânea
No dia 2 de janeiro de 2009, participei de um seminário sobre gestão pública em Ribeirão Preto – SP com a Fundação Cristiano Otoni . A mesma que vem assessorando o Governador Aécio Neves em seu choque de gestão.
O Governador Aécio costuma sintetizar que choque de gestão é gastar mais com a cidade do que com pessoal.
Inovar
Ulisses Guimarães dizia que o Brasil precisava de um gerente. Pois os políticos tinham falhado. Como inovar na administração pública ? Sair da administração clássica e ir para uma administração contemporânea requer do executivo público algumas ações macros orientadas para resultados. Para isso, o próprio prefeito tem que se renovar em suas atitudes.
Choque de gestão
Um governo moderno é pautado por metas, de longo prazo, de médio prazo e de curto prazo . Tem critérios para aferir os resultados . Faz ações suprapartidárias para que todos olhem o bem comum, com espírito público, tem parcerias confiáveis e faz acompanhamento passo a passo para corrigir rotas. Isso faz com que a imprensa tenha um papel mais de apoio do que de pautador do governo . Isso só será possível se nossos administradores começarem a olharem o futuro com responsabilidade.
E você ?
Como está olhando a sua vida no futuro ? Como está a gestão da sua carreira ? Já fez a sua visão para este ano de 2009 ? Lembre se que você é 100 % responsável pela sua vida !

Um Bilhão de turistas

Dia desses estava conversando com o Mazoca(secretario de Turismo) sobre a mudança que o turismo vem sofrendo no mundo nos últimos dez anos. Eu cheguei em Balneário Camboriú em 1973 . Vi, senti e percebi cada mudança de nossa cidade. O turismo deixou de ser passatempo exclusivo dos ricos. Nas próximas décadas , centenas de milhões de novos integrantes da classe média mundial, vão querer não só os bens, mas também as experiências que o dinheiro pode comprar. Trabalhadores de call centers indianos, engenheiros russos, gerentes chineses, vendedores brasileiros, já vasculham a internet em busca de boas promoções nesta área.
A classe média vai Roma
Dia desses estava ministrando um seminário de liderança para gerentes de uma empresa de genética de frango. Em um determinado momento do seminário eu peço para as pessoas falarem sobre seus passatempos . Um executivo falou que seu passatempo nos últimos tempos era ficar estudando roteiros de viagem. Quando ele falou aquilo, vários outros se manifestaram dizendo que também tinham este hábito , mas não pensaram que isso pudesse ser um passatempo. Isso é uma evidência de que o turismo é mais que uma nova moda, é um novo hábito, não só dos brasileiros mas do mundo. As pessoas querem agora ver Paris In loco, jogar em Las Vegas e passear nas pirâmides do Egito . Segundo a Organização Mundial do turismo, braço da ONU, o volume de turistas deve dobrar em breve. Cerca de 800 milhões em 2008 para 1,6 bilhões até 2020. É limitado porém o número de cidades e praias para receber tanta gente. A escalada da demanda vai produzir uma escassez de lugares.
Declaração
Certa vez o Meirinho deu uma declaração, em 1975, a um jornal de São Paulo, penso que foi A Folha, em que dizia: “tem certos momentos que dá vontade de pedir para as pessoas pararem de vir para a cidade”. Sua declaração baseava se no fato de que era muito difícil atender tanta demanda. Ele era prefeito na época. Na campanha de 1982 foi fartamente usada, essa declaração dele, contra ele. Tempo, tempo, tempo……és o senhor das verdades …..
Cambistas de hotéis
Essa sobretaxa, poderá produzir uma inflação de demanda, subida de diárias de hotéis em destinos populares por exemplo. Isso poderá criar listas de espera , ou cambistas de turismos… rss…parece loucura ! Mas é um cenário futurista possível. Certos lugares podem, por exemplo, começar a limitar o número de pessoas a visitarem suas cidades, porque em certos casos, será logisticamente difícil e caro demais para empresas e serviços públicos a conviverem com levas tão altas de turistas no coração de importantes atrativos culturais e naturais. Machu Picchu no Peru por exemplo já faz isso. Fernando de Noronha também. Simplesmente não haverá hotéis, taxis e restaurante para todos.
Dois bilhões de turistas

Um bilhão de turistas internacionais, ou até dois, pode ser um problema de imensas proporções ou uma bela oportunidade para empresas e cidades. O desfecho vai depender das providências tomadas hoje.
Entrada
Conheci uma argentina chamada Lorena, que cantava Rock na Estação final, barzinho do Escova e do Belini, , que dizia que deveria se vender entrada para entrar em Balneário Camboriú . Pois quando se colocava o pé na cidade, começava a festa. Sem querer, estava prevendo o futuro .
Bomba
A Bomba relógio do turismo poderá ser uma bela bomba de chocolate se soubermos administrar.

E você
O que podes fazer para isso ser favorável a você ?

Página 4 de 8« Primeira...«23456»...Última »

Desenvolvimento de sites | desenvolvimento de sites | www.signativa.com.br